ROSA VELHO

Pedras d'água


Côro

 

Dia: 7 de Julho

Hora: 19h30

Local: Rua da Mouraria


Quando se faz possível largar o medo, os clichets, os cuidados sem amor, quando se faz acontecer um espaço do dia que não ocupa, não entretém, não anima mas cria, cria vida, cria invenção, cria trocas de experiências de vida, cria canções, cria dança, compõe versos, partilha lágrimas, demora-se em abraços….bom, quando isso é possível…aí sabemos que existimos.
Por mais absurdo que pareça esse espaço tem acontecido todas as semanas no largo da rosa, entre o almoço e o lanche. Às vezes quando saímos do espaço do cem e nos vemos a subir as escadinhas de São Cristovão até se nos aperta o coração "e se hoje não conseguimos abrir a festa? e se hoje não acontecer’" mas acontece sempre! A festa não tem forma, cada vez começamos começando, chegando, abrindo a boca ou mexilhando as mãos. A confiança neste mistério de estarmos juntos, uns mais novos outros a rondar os 90 anos de vida, gera uma amor tão rico que é impossível não lhe sentir o brilho!
Criar juntos tem sido o nosso jardim. Inventámos músicas e danças e letras e fomo-nos espantando com a beleza, a ternura e a alegria desses materiais. Um dia a Celeste disse assim, "havíamos de levar isto para as pessoas verem, num espectáculo! Qu’isto é um espectáculo!". E aqui estamos:



 

 

Ficha Técnica:

 

Centro Social Polivalente de S. Cristóvão e S. Lourenço e São Lourenço, com Celina Piedade, Sofia Neuparth, Margarida Agostinho, Luz da Camara, Anna Chiama e Fernando de Proença

Agradecimentos:
Violeta Quintas, Maria Luísa Tomás, Celeste de Couto, Maria Lucília Ramos, João Marques Salgado, Alexandre Jesus, Alberto Ferro, Maria Amália da Silva, Maria de Lurdes Reis, Madalena Monteiro, Manuel Ferreira, Esmeralda, Alzira Pinto, Maria Ana da Luz, Isabel Rodrigues, Leonor Horta, Joaquina Victorino, Flora Borges, Antónia Lopes, Maria de Lurdes Cavaco.